Com vocês Arnaldo Jabor !

Arnaldo Jabor, pra mim, é um dos maiores escritores brasileiros. Não economiza nas palavras, fala com propriedade dos assuntos e principalmente não “maqueia” a realidade.

Adicionei uma futura amiga no Orkut e me deparei com um texto de Arnaldo… a Crônica do Amor. Adorei pela sensatez !! Porque temos sempre a tendência para fantasiar as situações? Não vivemos dentro do Projac da Rede Globo onde tudo é possível e belo…

Aos poucos estou percebendo a diferença entre fantasiar e sonhar. Os sonhos se realizam, já as fantasias servem simplesmente para criar expectativas.

** Crônica do Amor **

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.

EU TE AMO… NÃO DIZ TUDO!

Você sabe que é amado(a) porque lhe disseram isso?

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, 

Que zela pela sua felicidade, 
Que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, 

Que se coloca a postos para ouvir suas dúvidas, 
E que dá uma sacudida em você quando for preciso.

Ser amado é ver que ele(a) lembra de coisas que você contou dois anos atrás, 

É ver como ele(a) fica triste quando você está triste, 
E como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d’água. 

Sente-se amado aquele que não vê transformada a mágoa em munição na hora da discussão.

Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido. 

Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, 
Sem inventar um personagem para a relação, 
Pois personagem nenhum se sustenta muito tempo.

Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; 
Quem não levanta a voz, mas fala; 
Quem não concorda, mas escuta. 

Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!

About Andrezza Carvalho

"Quem procura acha" já dizia o ditado na época da minha querida vozinha... Então ainda busco quem sou e para onde vou, até onde quero ir e até qual altura posso alcançar. Ficou zonzo? Não leia mais nada daqui então.

Posted on Março 24, 2009, in Pensamentos, Pensamentos para o Dia and tagged , , . Bookmark the permalink. 4 comentários.

  1. hehe… deve ser assim mesmo. ou mais ou menos assim mesmo. não sei quem é esse arnaldo jabor (e, pessoalmente, prefiro a ellen (péssima, eu sei – o sobrenome nem é o mesmo – mas eu tinha que dizer isso (abrir parentesis dentro do parentesis é muito legal))), mas ele parece ser um cara meio chato.

    mas não é isso que interessa, o que eu queria dizer é que seu blog é até bem divertido…
    =)

  2. Olá minha querida e sensivel amiga!(não a conheço)
    Entrei em seu blog porque procurava uma cronica de Clarisse Lispector.Sou simplismente apaixonada pelo trabalho dela !
    E derrepente entrei em seu blog e me apaixonei pelo blog!Parabéns pela forma simples e delicada do seu trabalho.E …Obrigada por nos permitir estár junto a ti , nesses momentos onde nos encontramos a vontade com aqueles que nos são tão caros!
    Clarisse Lispector,Arnaldo Jabor,e tantos outros que estão no seu cantinho…
    Obrigada por me permitir estár aqui!
    Com krinho…
    Tânia.

    • Andrezza Carvalho

      Olá Tânia, fique à vontade para aparecer de tempos em tempos por aqui. Na realidade a minha forma de escrever é simplesmente a tradução de alguns sentimentos que guardo e, que de alguma forma, solto como se fossem gritos rsrsrs!!!

      Espero vê-la mais vezes aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: