Solidão by Flávio Laplace

Tenho uma “inveja” das pessoas que conseguem passar para o papel com palavras seus sentimentos. Nossa, acho sensacional… E conversando com um amigo meu, o Flávio Laplace, descobri que ele tem esse dom.

Então peguei emprestado um poema lindíssimo que ele fez, que consegue traduzir o que sinto:

Tem momentos em nossas vidas
Que a dor nosso peito domina
Vem devagar, sem deixar perceber
O quanto faz falta, um bem-querer

Sim, a dor vem de mansinho
Como o pássaro ainda sem ninho
Sem lugar onde ficar, onde viver
Esperando uma resposta, entender!

Ah, como faz falta aquela ternura
Que mesmo depois de anos, perdura
Enfrentando batalhas e desafios
Nas águas turvas de um mar sem fim

Assim deixo aqui registrado
Para todos os amigos interessados
Um pouco de rima e desabafo
Sobre uma situação difícil que passo

Mas já aprendi amar, mesmo sozinho
Aprendi com Ele e não desanimo
A navegar tranqüilo a luz do evangelho
Dizendo assim, meu Deus, eu espero!

Flavio Laplace

About Andrezza Carvalho

"Quem procura acha" já dizia o ditado na época da minha querida vozinha... Então ainda busco quem sou e para onde vou, até onde quero ir e até qual altura posso alcançar. Ficou zonzo? Não leia mais nada daqui então.

Posted on Novembro 28, 2008, in Pensamentos and tagged , , , . Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. Muito bom reler um texto do querido amigo Flavio Laplace, ainda mais com o auxílio luxuoso da Andrezza. Grande trabalho, parabéns!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: